Conheça os projetos de Klippel para a nova gestão do SICTC

Aos 40 anos, o empreendedor do setor de componentes Joel Brando Klippel já tem planos bem definidos para que o Sindicato continue crescendo e apoiando o empresariado local. O novo presidente da entidade seguirá na defesa do ICMS igual para todos e antecipa um projeto na área ambiental que beneficiará a todos. Confira:

 

O que o industrial calçadista pode esperar de 2019?
Fatos políticos recentes, envolvendo as eleições, nos motivam a acreditar que um período positivo se aproxima. O setor ficou bastante fragilizado nos últimos anos, mas existe uma sinalização de mudança que nos deixa animados.

Que mudanças seriam estas?
As promessas dos novos governos (estadual e federal) de reduzirem as despesas públicas, a estabilidade do dólar desde a eleição e do cenário econômico em si… Tudo isso deve gerar novos investimentos e alavancar negócios. Se o consumo das famílias brasileiras voltar a crescer, é possível que até empregos no setor calçadista sejam recuperados, pois o mercado sente os reflexos rapidamente. As fábricas de Três Coroas estão com estrutura ociosa e o prazo de entrega está cada vez mais curto, ou seja, se as vendas aumentarem,
haverá urgente necessidade de empregar.

Que assunto estará no topo das suas preocupações neste primeiro ano de gestão?
A bandeira da próxima gestão será pleitear a equiparação da carga tributária do Rio Grande do Sul com outros estados. Acreditamos que esta igualdade é fundamental para as empresas, por isso vamos priorizar o movimento ICMS igual para todos.

E no setor ambiental, alguma novidade prevista?
Sim! Uma parceria com uma empresa que fará investimentos para a geração de energia elétrica de forma sustentável já está em andamento. Ela será instalada em Araricá e produzirá energia a partir da queima de resíduos como restos de sintéticos e palmilhas. O projeto já está em uma fase bem avançada para iniciar a operação, finalizando as licenças ambientais. Estará a pleno em 2020, quando irá consumir 40 toneladas de resíduos por dia, beneficiando a cadeia calçadista da região.

Como ficará o apoio às feiras realizadas pela Merkator?
Deve seguir e a principal mudança será o fortalecimento da feira 40 Graus, no Nordeste. Com novo conceito, parceria com feiras locais e mudança para João Pessoa/PB, ela deve ganhar muito mais força.

Os projetos de responsabilidade social terão seguimento?
Queremos dar continuidade a todos eles. Também iremos oferecer mais cursos de qualificação profissional, sendo que já estamos em contato com três instituições de ensino. Serão cursos rápidos, na área produtiva, ministrados no próprio Sindicato à noite.

Há mais alguma novidade prevista?
Também queremos ampliar os serviços oferecidos para empresas de componentes e de pré-fabricados. Vamos criar departamentos específicos para orientar estes segmentos, principalmente nas áreas de consultoria ambiental e jurídica. Empresas pequenas são muito carentes destes serviços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s