SICTC Inicia Processo de Devolução do ARIP

 Foto: Divulgação

Em processo inédito no Brasil, o Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas/RS, SICTC, inicia o movimento de devolução de seu Aterro de Resíduo Industrial Perigoso – ARIP, ao município de Três Coroas/RS.

“Esse momento que vivemos é único e nos orgulha muito, pois trata-se do primeiro ARIP em processo de devolução com sua área sem passivos ambientais no Brasil, especificamente no setor calçadista. Estamos em fase final de aprovação com a Fundação Estadual de Proteção ao Meio Ambiente, FEPAM”, informa Joel Brando Klippel, presidente do SICTC.

Inaugurado no ano de 2000, o ARIP foi o local para onde as indústrias associadas ao SICTC enviavam seus resíduos industriais, cerca de duas cargas semanais, até 2012. Daquele ano em diante, uma nova solução foi encontrada para esses descartes: o coprocessamento.

“No coprocessamento, para onde os resíduos passaram a ser enviados em 2012, ocorre a queima desse material descartado em fornos de klinker, que mais tarde, transformam-se numa espécie de carvão, que abastece os fornos de cimenteiras”, explica Grasiela Rutiel Huff, gestora ambiental e responsável técnica do SICTC.

A partir de 2012, as valas, onde os resíduos eram depositados no ARIP, passaram a ser esvaziadas, até que em 2018, o ARIP foi deixado completamente vazio. “Começa-se a fazer o monitoramento ambiental, então, com a FEPAM, para avaliar a devolução do espaço ao município. E hoje encontramos níveis que estão abaixo dos padrões aplicados nas normas técnicas”, comenta a gestora.

O presidente Joel Brando Klippel ainda ressalta que esse feito só foi possível graças ao trabalho conjunto ao longo dos anos da diretoria, equipe interna, associados e demais colaboradores do SICTC. “Ninguém mediu esforços e nem gastos para que hoje pudéssemos nos orgulhar em dizer, que a indústria calçadista de Três Coroas não tem mais nem 1 Kg de resíduo depositado em aterro. Somos 100% livres de passivo ambiental!”, comemora ele.

Possíveis Projetos Para a Devolução

No Brasil, não existe registro da devolução de um Aterro de Resíduo Industrial Perigoso, ARIP, o que torna inédito esse acontecimento, um fato realmente especial no setor industrial calçadista gaúcho e, também, para a cidade de Três Coroas/RS.

A devolução da área de terras ao município deverá seguir acompanhada de projetos junto à administração da cidade, que ainda estão em fase de análise para aprovação e implementação. Um deles seria a de destinar a área para realizar a compostagem de podas, limpeza e manutenção da cidade. Esses compostos, depois, poderiam ser usados como adubo em diversas áreas comuns de Três Coroas, além de incluir catadores ao projeto, como parte da mão de obra necessária para este trabalho.

Outra possível proposta que poderia ser implementada no ARIP, é o seu uso como depósito destinado a resíduos da construção civil, em parcerias com outras entidades. Dessa forma, esses resíduos da construção poderiam ser utilizados como aterro, por exemplo. No momento, a administração municipal, com o apoio do SICTC, busca investidores na área de tecnologia ambiental, para assim trazer recursos de volta ao município.“ Nesse encerramento, estamos trabalhando alinhados com a Prefeitura Municipal de Três Coroas/RS, para viabilizar projetos ambientais sustentáveis, relativos, inclusive, a outros setores. Esperamos, com isso, ratificar cada vez mais o título de Cidade Verde e, também, gerar renda a outros setores, como o que aloca os catadores, por exemplo, caso consigamos implementar projetos que estão em análise”, finaliza Joel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s